Secretaria (47)3341-4900
Academia (47)3341-4915
Convênio (47)3341-4909
Empréstimo (47)3341-4907
(47)3341-4904

Instituição


A Associação dos Servidores Públicos Municipais de Itajaí - ASPMI - foi fundada no dia dezessete de setembro de um mil novecentos e sessenta e quatro (17-09-1964) com o objetivo de reivindicar os direitos dos servidores e também aprovar um estatuto que deveria reger a mesma. A associação foi instalada com sede em uma sala da Prefeitura Municipal de Itajaí. As mensalidades cobradas dos sócios teriam a cota parte da Prefeitura de cinquenta por cento (50%).

A primeira eleição da nova associação aconteceu no dia vinte e quatro de outubro do mesmo ano (24-10-1964), quando Cilda Silva de Oliveira foi empossada presidente, com o grande objetivo de fundar uma cooperativa para os associados, quando não mediu esforços, apoiada pelo prefeito e colaboração da diretoria e todos os associados.

No dia vinte de novembro (20-11-1964) a tão desejada cooperativa foi inaugurada, funcionando numa sala nos fundos da Prefeitura.

Em um mil novecentos e sessenta e cinco (1965) a ASPMI já contribuiu para a construção da sede própria das faculdades de Direito e Filosofia de Itajaí.

E assim a associação foi crescendo, melhorando sempre, apesar das dificuldades, de acordo com seu estatuto, até que, no mesmo ano, conseguiu a criação de um armazém cooperativista para os servidores.

Já então presidente, o Sr. Carlos Roberto Seára, que presidiu a associação por três gestões.

Em um mil novecentos e sessenta e oito (1968), nova eleição se fez, ficando de presidente o Sr, José Salles de Souza, quando a diretoria eleita reivindicou, incansavelmente junto do Sr. Prefeito, um aumento considerável aos funcionários públicos, vista a inflação marcante do momento.

Em um mil novecentos e sessenta e nove (1969), com chapa única, foi eleito para presidir a associação, o Sr. Onofre Joaquim Rodrigues Jr. Na sua gestão houve algumas alterações no estatuto para que a diretoria ficasse durante dois anos.

Novamente em chapa única foi eleito o Sr. Carlos Roberto Seara, no ano de um mil novecentos e setenta (1970). Sob a presidência de Seára que ficou por três gestões, novamente o estatuto foi reavaliado em assembléia, sempre em benefício do servidor.

Em um mil novecentos e setenta e quatro (1974), nova eleição com chapa única para Lídio Cugner Machado, quando houve a proposta, já sonhada, de uma sede própria, e é nesse ano que foi escolhido um presidente de honra pra ASPMI, na pessoa do Sr. Prefeito Municipal.

Mais uma vez, no ano de mil novecentos e setenta e seis, coloca em chapa única, Carlos Roberto Seára na presidência da ASPMI. Foi uma época muito difícil, mas o Sr. Prefeito prometeu ajuda incondicional. E o Seára ficou ainda mais um biênio, já que era um grande conhecedor do funcionamento da ASPMI.

Nessa gestão houve uma mudança no Departamento de Saúde para onde estavam sendo canalizados todos os recursos, já que o objetivo da associação seria também para a área social e esportiva. Apresentou ainda o projeto para a construção da sede própria, usando além das doações uma pequena parte das finanças para a aquisição de lotes; e o terreno da Praia Brava seria rifado entre os associados; porque o local na época era de difícil acesso e de pouco valor.

Mais uma vez a ASPMI convocou assembléia geral para reivindicar aumento salarial aos servidores Municipais.

Em um mil novecentos e oitenta e quatro, uma nova eleição concede a vitória para Aderbal Moreli, mas já em oitenta e oito volta Carlos Roberto Seára, o grande batalhador pela ASPMI, já com sua sede instalada na rua Otto hoier, em Itajaí, SC.

Nova eleição com chapa única, desta vez., traz Alécio Felski.

Em um mil novecentos e noventa (1990), nova eleição com chapa única traz para a presidência Vilfredo Nagel.

Com o crescimento da associação, o novo presidente sentiu necessidade, e de acordo com a diretoria, adquiriu um veículo para agilizar o transporte entre a sede social e administrativa que ficava à Rua Cônego Tomáz Fontes, sede esta adquirida pela associação, que constava de uma sala no Edifício Topázio. Para melhor funcionamento desta sede, foram comprados ainda, um computador, telefones e móveis, usando para este empreendimento o tal terreno da Praia Brava, que foi rifado e convertido em dinheiro.

Instalados em sua nova sede administrativa, ainda sobre a presidência de Vilfredo Nagel, a diretoria começou a pensar em uma cooperativa para os funcionários e sócios da ASPMI, já que as compras eram feitas através de convênio com o comércio e bancos da cidade.

Em um mil novecentos e noventa e quatro (1994), foi criada uma comissão para junto à diretoria administrar a sede social com melhorias e eventos para os associados.

Mais uma vez o assunto Cooperativa veio à tona e criou-se então um fundo de ajuda aos funcionários (FAF) com desconto de parcelas em Folha e todos os meses seis pessoas seriam sorteadas.

A partir de um mil novecentos e noventa e oito (1998), a ASPMI iniciou a distribuição de um jornal informativo mensal e criou-se também uma carteira (CPA) para o associado comprar nos lugares conveniados de acordo com sua renda mensal.

A festa do funcionário público começou a tomar maiores dimensões e a parte esportiva sofre grande expansão. A sede foi reformada, pintada e o campo de futebol recebe grama nova com a ajuda da Prefeitura.

Em um mil novecentos e noventa e nove (1999), a presidente da ASPAMI - Associação dos Servidores Públicos Aposentados Municipais de Itajaí - solicitou o salão nº dois para sua reunião mensal e os encontros das quartas-feiras. A partir daí a ASPMI sempre apoiou a ASPAMI e recebendo o mesmo em troca.

No ano dois mil (2000), foi instalado anexo a sede administrativa da ASPMI, um consultório odontológico e já começam as discussões para um consultório médico e mais uma vez fala-se da creche para os filhos dos sócios.

Mais um sonho realizado: a primeira Olimpíada Interna para a integração dos sócios e dependentes.

O estatuto da associação mais uma vez entrou para estudos e foi criada uma comissão para estudar cada capítulo.

Foi construído o Recanto do Barnabé, um local onde os associados poderiam se encontrar nos finais de semana e também alugar para seus eventos sociais.

E o ginásio de esportes continuou fazendo parte dos sonhos dos associados.

No ano dois mil e um (2001), as Olimpíadas Internas foram de grande sucesso e todos participaram ativamente.

A ASPMI participa também dos Jogos da Amizade que acontece cada ano em um município.

Uma bandeira foi criada com a logomarca da ASPMI.

A Cooperativa Itacredi começou a sair do papel para tornar-se realidade; iniciando com 69 sócios (69), participando com uma cota de mil reais (R$ 1.000,00) que poderia ser pago em 10 meses.

A ASPMI está sempre presente prestigiando seu associado no dia do Funcionário Público e também pelas festas de Natal em parceria com a Prefeitura.

O FAF acabou sendo extinto em razão da criação da Itacredi.

Com a criação da tão sonhada e discutida Cooperativa, Vilfredo Nagel, solicitou um novo candidato à presidência da ASPMI, desde que gostaria de ficar à frente da Itacredi.

Com o nome Saúde e Esporte, em dois mil e três (2003), tomou posse o novo presidente eleito, Ivo Olâmpio Vicente terminando assim o mandato de Vilfredo Nagel, que ficou durante quatorze anos à frente da ASPMI com muita competência e dedicação

E recomeçam os sonhos: uma creche para os filhos dos sócios, um ginásio de esportes e uma nova sede administrativa para concentrar toda a associação num mesmo local.

Os trabalhos reiniciados, foi colocada a mala direta para todos os associados receberem em suas casas, as informações sobre a ASPMI.

Mais uma vez foi nomeada uma comissão para reformular o estatuto, que foi apreciado em assembléia e aprovado.

Após idas e vindas aos diversos secretários da Prefeitura, e Sr. Prefeito Municipal, para a construção da creche e ginásio de Esportes, a diretoria chegou a conclusão que seria vendido um terreno, a sede administrativa para iniciar a obra no local onde se encontra a sede social que já estava condenada e não havia mais como proceder reforma.

Em dois mil e quatro (2004), a ASPMI completou 40 anos, foi inaugurada com bonita cerimônia, a galeria dos presidentes que passaram pela ASPMI. São eles:



Cilda Silva Oliveira - 1964-1966

Carlos Roberto Seára - 1966-1978

José Salles de Souza - 1968-1969

Onofre Joaquim Rodrigues Jr. - 1969-1970

Lídio Cugner Machado - 1974-1976

Aderbal Moreli - 1984-1986

Valter José de Souza - 1986-1988

Alécio Felski - 1988-1990

Vilfredo Nagel - 1990-2003

Ivo Olâmpio Vicente - 2003-2006



Reeleito a presidente, foi retomado o assunto da sede administrativa com mais garra de fazer acontecer.

Uma chamada de capital premiada foi proposta pela diretoria e aceita em assembléia. Em doze (12). meses concecutivos seria descontado do sócio sete reais (R$ 7,00) mensais, com diversos prêmios, sorteado um em cada mês.

Elaborado o projeto, aprovado pela diretoria, começaram as obras da nova sede administrativa, odontológica, médica e social.

Na mesma ocasião foi lançado o livreto de estatuto da ASPMI e distribuído aos sócios pela mala direta.

Combinado ainda um café da manhã com o Sr. Prefeito Volnei Morastoni, na sede social, para que o mesmo tomasse conhecimento no local dos segintes projetos: Sede Administrativa (em construção), Ginásio de Esportes e Creche para os filhos dos sócios (em projeto).

A diretoria da ASPMI sempre pensando no conforto de seu associado, está estudando uma maneira de agilizar as compras e todas as suas despesas com cartão magnético.

A construção da sede está em pleno andamento e, com o sócio acreditando em sua diretoria, com certeza tudo será coroado de pleno êxito.

Para que o associado conheça melhor os passos da construção da nova sede, é só acompanhar o nosso jornal informativo que chega a casa de cada um, todos os meses, ou fazer uma visita ao local que será muito bem vindo.

A ASPMI hoje conta com 33 funcionários e mais de três mil e oitocentos sócios.

Sua atual diretoria é composta das seguintes pessoas:

NomeCargo
Ivo Olâmpio VicentePresidente
Bernadete Viti BaldoVice - Presidente
Maria de Lourdes Espíndola1ª Secretária
Karina Dionísio2º Secretária
João Alberto da Silva1º Tesoureiro
Luís Antônio Marcos2º Tesoureiro
Antônio Carlos CunhaDir. de Esportes
José Acácio da RochaDir. de Patrimônio
Ieda PassosDir. de Imprensa
Verônica RoncelliDir. Eventos Sociais
Álvaro Simão ProvesiConselho Fiscal
Écio José RussiConselho Fiscal
Marcos de AndradeConselho Fiscal
Enir da SilvaSup. do Conselho
Adão César Pereira FilhoSup. do Conselho
Jorge Luiz SilvaSup. do Conselho